Leia -Cientista mata vírus do HPV em mulheres com nova terapia

Muitas pessoas com HPV não desenvolvem nenhum sintoma, mas ainda podem infectar outros indivíduos pelo contato sexual. Os sintomas podem incluir verrugas nos órgãos genitais ou na pele circundante.

Eva e equipe - Foto: reprodução / IPN / Twitter
Eva e equipe – Foto: reprodução / IPN / Twitter

Uma pesquisadora conseguiu erradicar completamente o HPV, Vírus do Papiloma Humano, com uma nova terapia. A descoberta é uma esperança para reduzir mortes por câncer de colo de útero. O vírus foi 100% eliminado das mulheres portadoras do HPV, sem lesões pré-malignas, 64,3% nos casos de HPV e lesões e 57,2% naqueles que apresentavam lesões sem o HPV.

Eva Ramón Gallegos, do Instituto Politécnico Nacional do México, usou a terapia fotodinâmica que provocou a morte celular em 29 pacientes, uma pequena amostragem, mas significativa pelos primeiros resultados. A técnica é uma forma de fototerapia que envolve luz e uma substância química fotossensibilizadora.

“Ao contrário de outros tratamentos, elimina células danificadas e não afeta estruturas saudáveis. Por isso, tem um grande potencial para diminuir a taxa de mortalidade por câncer do colo do útero”, explicou ela à Radio Guama. Gallegos tem trabalhado por duas décadas nesta terapia fotodinâmica. Ela tenta lidar com diferentes tipos de tumores, como câncer de mama e melanoma.

Fonte: SunnySkyz

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here