Polícia pede quebra de sigilo de Agaciel em investigação que apura prática de “rachadinha”

Solicitação foi feita após policiais encontrarem canhotos de cheques em nome do deputado na gaveta do diretor da CLDF

Michael Melo/Metrópoles

No dia 4 de julho, investigadores da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) encontraram, em posse do diretor-legislativo da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), Arlécio Alexandre Gazal, canhotos de cheques nominais ao deputado distrital Agaciel Maia (PL). Somados, os valores chegam a R$ 300 mil.

Como consequência, o deputado foi incluído nas investigações que, até então, focavam no colega e parlamentar Robério Negreiros (PSD), suspeito de fraudar sua presença nas sessões da Casa.

Contra Agaciel pesaram as evidências de que ele poderia estar praticando a chamada “rachadinha“, quando o parlamentar recebe de volta parte dos vencimentos dos funcionários ligados a ele. A prática é ilegal.

Por isso, os investigadores fizeram um pedido de quebra do sigilo bancário e fiscal do deputado e ex-diretor do Senado à Justiça, que analisa a solicitação. Não há prazo determinado para ser aceita ou negada.

Fonte:https://www.metropoles.com/author/ary-filgueira

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here