VEJA: CASOS DE MORTE POR DESCARGA ELÉTRICA PODERIAM SER EVITADOS NO DF.

Mortes poderiam ser evitadas,  Pedro Braz Filho morreu após uma descarga elétrica. A jovem Thais Sibele Alves Souza,o menino de 4 anos é internado na UTI depois de levar choque em bebedouro

Thais deixou um filho, Kaio de 4 anos.

A jovem Thais Sibele, moradora da Quadra 327 do Del Lago Itapoã

Mortes e Fatalidades podem ser evitadas, desde quando se faça um serviço dentro dos padrões da NBR, principalmente em áreas de risco como Escolas, Praças, Quadra de esportes, Bebedouros, Alambrados, Poste de iluminação pública e etc. A cidade do Paranoá é um perigo constante para a sociedade. Existem áreas com os mesmos problemas, um campo minado com eminentes riscos de descargas elétricas, o pior que são espaços públicos. A morte da jovem Thais Sibele, moradora da Quadra 327 do Del Lago Itapoã, teria como ser evitada como a do Pedro Braz Filho, morreu depois de sofrer uma descarga elétrica, enquanto fazia a manutenção de um outdoor, em Águas Claras, outro caso que felizmente a criança não veio a óbito foi o menino de 4 anos é internado na UTI depois de levar choque em bebedouro, o acidente aconteceu na área de lazer de um condomínio de Taguatinga, tudo isso poderia ser evitado, sabe como com mais fiscalização e instalações padrões e dentro das normas da NBR 5410.

Homem morreu por descarga elétrica, enquanto fazia manutenção de um outdoor em Águas Claras, no DF — Foto: CBMDF/Divulgação

Pedro Braz Filho, morreu depois de sofrer uma descarga elétrica, enquanto fazia a manutenção de um outdoor, em Águas Claras

Se o governo fizer a parte dele na fiscalização e manutenção dentro das normas técnicas da NBR 5410 pode salvar muitas vidas, para que uma instalação seja segura em relação à proteção contra choques elétricos, tem de ter dispositivos de proteção. As normas técnicas determina que partes perigosas ( quadros gerais, caixas de passagens) não devem ser acessíveis a pessoas comuns e sim a pessoas qualificadas, eletricistas e técnicos.

Circuitos com proteção: IDR

O que é um IDR ? O IDR  é um dispositivo de proteção contra choques elétricos e fuga de correntes nos circuitos. Na prática, imagine que alguma pessoa encostou no poste e segurou no alambrado, foi o caso da jovem Thais Sibele que morreu no Paranoá, algum ponto do circuito estava tendo fuga de corrente ( O poste ou o Alambrado) a pessoa está recebendo uma descarga elétrica (choque) Neste momento, parte da corrente elétrica é transferida para o seu corpo, nisto o IDR detecta fuga de corrente e em função do choque ele desarma este circuito energizado e em questão de segundos, ele interrompe o choque que esta pessoa está sofrendo salvando sua vida.

IDR na norma NBR-5410

A NBR-5410 estipula as condições mínimas necessárias para um funcionamento adequando e seguro das instalações de baixa tensão. A NBR-5410 no item 5.1.2.2 fala sobre a obrigatoriedade do uso de IDRs em:

  • Em circuitos que sirvam de ponto de utilização situados em locais que contenham chuveiro ou banheira;
  • Em circuitos que alimentem tomadas situadas em áreas externas à edificação;
  • Em circuitos que alimentem tomadas em áreas internas que possam vir a alimentar equipamentos nas áreas externas;
  • Em circuitos que sirvam de pontos de utilização situados em cozinhas, copas, lavanderias, áreas de serviço, garagem e demais dependências internas molhadas ou sujeitas à lavagem;

A norma não especifica a obrigatoriedade deste dispositivo por ponto, por circuito ou por grupo de circuito. Mas não é recomendada a utilização de apenas um IDR para toda instalação elétrica residencial.

Fonte: BLOG A VOZ DO POVO-DF

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here